terça-feira, 22 de maio de 2007

Azar pela manhã ...

Acidentes na Estrada, eu sei o que é isso ...

Eu sempre fui um indivíduo um pouco azarado na estrada, que o digam os meus mais de 10 acidentes.


Hoje tive mais uma.

Vinha o Sol ao Volante cheio de sono por causa dos anti-histaminicos e a Lua como é habitual pela manhã vinha a falar imenso, deve ser do mau feitio matinal que ela neste espaço já assumiu, a caminho dos nossos trabalhos.

Quando saímos de casa escolhi uma estrada que não é habitual, normalmente o auto-estrada é a nossa via mais directa para ir para o trabalho, estávamos a passar o cruzamento da casa dos meus pais e um qualquer antigo vizinho estava pronto para entrar nesse cruzamento, eu parei atrás dele mas a senhora que vinha atrás nem por isso.

Nem ouvi os travões, levamos uma pancada por trás que a lua ficou logo com dores nas costas.

Eu a essa altura nem me lembrei das minhas costas, estava era a ver que ainda ia parar na traseira do carro que estava à minha frente, mas felizmente não.

Neste acidente apenas fiquei com a traseira do carro um pouco arranhada, mas desconfio que não seja só isto e logo vou ao mecânico pois os apoios do para-choques devem estar partidos já que este está demasiado chegado à mala do carro.

Foi este o azar da manhã ... e vocês já tiveram algum azar na estrada?

15 comentários:

João disse...

Oh meus amigos, quero aqui deixar uma reclamação! todos os dias, esteja sol ou lua, tenho ido a outros blogs à vossa procura e nada de actualizações, mas o que é isto, hem!! :P
Azar do caneco, sendo que, quando descubro que têm um novo blog, fico a saber que tiveram um acidente. Deixo aqui um abraço amigo de compaixão para convosco. Boa recuperação para o susto, dores de costas e demais prejuizos. Aquele abraço

Corduroy disse...

Isso é que é azar!!!
Eu em 7 anos de condução apenas tive um acidente... k por acaso não foi culpa minha, mas sim da lambreta que se atrevessou na minha faixa de rodagem... em k o condutor não tinha carta... e fugiu logo de seguida a sete pés... estragando por completo o para-brisas da minha carrinha... isto kd eu apenas tinha 2 semanas de carta de condução. A partir daí, nada me surgiu até agora... e ainda bem!!!

Lua disse...

Amor sabes que de manhã é sempre complicado estar com tanta conversa!! Quando estamos de ressaca de uns fins-de-semana com poucas horas:)

Pois hoje o dia não começou muito bem, muito cinzento e uma batida que me despertou logo com o barulho e o impacto que foi nas costas!

Nunca tinha passado por uma situação destas e fiquei assustada pelo estrondo. Normalmente os meus acidentes são os pilares :)))Menos mal que o nosso carro não ficou aparentemente muito estragado.

O importante é que ninguém se magoou.

beijinhos grandes
Amo_te

Toze disse...

Por acaso já. Um gravíssimo, não para mim mas para o carro, que ficou num estado lastimavel, e lá foram umas centenas de contos pelo arranjo, mais valia uma perna partida, sempre ficava mais barato.

Não tenho sorte nenhuma, dassss...

Miss Alcor disse...

Bolas! Põe azar nisso!
Na estrada só tive um... e não era eu que ia a conduzir!
O idiota do amigo que nos ofereceu boleia para casa (tinha de apanhar 2 autocarros para chegar; saía às 18:30 e qualquer boleia que me colocasse na habitação antes das 20 era bem-vinda!) resolve ultrapassar o carro a frente pela direita, em cima de uma das entradas da auto-estrada. Resultado: batemos! Esfolei um joelho, pisei uma mão e dei um bom solavanco!
Nunca mais andei com ele! Preferia vir a pé!!!!!!
;)

papoilita coquelicot disse...

Querida Lua, só te posso dizer que acidentes acontecem aos melhores... e infelizmente já tenho alguns para contar, só em batidelas já lhe perdi a conta, mas foram mais os sofridos que os originados. Já me despistei e por pouco que não fui parar a um precepício, já adormeci ao volante e já perdi o controlo do carro por apanhar óleo na estrada, mas felizmente tudo correu pelo melhor. Quanto aos anti-estamínicos, posso te dizer que esta altura das meias estações arrasam comigo, por isso ou ando a espirrar e com comichões feito louca ou ando morta viva tipo zombie dopada com esses comprimidos... compreendo-te muito bem!!

Canochinha disse...

Não tenho carro:))
Espero que estejam bem, que é o mais importante. Beijinhos

Noquinhas disse...

Felizmente nunca tive. :)

jinhos

BAd disse...

Algum não... muitos.
Sou tal como tu uma azarada na estrada, normalmente não é culpa minha.
E se algum engraçadinho se atreve a dizer que é por ser mulher, garanto que conduzo melhor que muitos homens, estacionamento é o meu forte, e confesso que na estrada sou um bocadinho "machista", meninas desculpem, mas regra geral as mulheres não são muito boas condutoras, pecam pelo défice de velocidade, ou seja, são como a lua gosta, uns caracóis :)
Beijinhos e sem stresses, ao menos não és tu que pagas a franquia do seguro.

Bia disse...

Bem, já me bateram numa rotunda uma vez, também me escavacaram a traseira do carro, mas o senhor deu-se como culpado. Felizmente ninguém se magoou..

Sol disse...

João: Seja bem vindo a este novo espaço.

Corduroy: Isso foi obra do azar, eu em 10 anos já tive bem mais.

Lua: Eu sei que foi a tua primeira vez na estrada, mas quem lá anda não certa só nos postes.

Tozé: Do mal o menos, foi só a chapa e uns trocos a menos, mas sim a perna tinha ficado bem mais barato.

Miss Alcor: Não andes mais com ele mesmo, mas é melhor teres cuidado quando vais a pé, é que el vai andar na estrada na mesma ;)

Papoilita: Pois sabes bem ao que me refiro, parece que temos duas coisas em comum, as alergias e a alergia que a estrada tem a nós ;)

Canochinha: Estamos bem, a Lua é que ficou com as costas num 8, mas hoje de manhã já sentia pouco.
Brigada.

Noquinhas: Tens tido sorte, porque nas estradas Portuguesas isso é uma raridade.

Bad: Não sou eu que paga isso é certo e concordo contigo, as mulheres conduzem um pouco pior, mas não é por falta de prática, é um defeito natural, os espelhos estão lá para se verem e não para verem os carros ;) brincadeira.

Bia: Agora deves andar sempre com 40 olhos nas rotundas, não?

Abraços e beijos a todos.

Juanito disse...

Gosto da categoria... "acontecimentos pessoais"... lindo.
Uma vez ia a sair da Ponte 25 de Abril, quando uma sopeira à minha frente decidiu que o alinhamento dos astros não lhe era favorável, e vai daí meteu travões a fundo sem qualquer razão.
Imediatamente atrás dela, travei com toda a força, levantando a curtos espaços de tempo o pé do travão, porque à velocidade a que íamos, e sem ABS, tivesse eu travado a fundo teria sido o bom e o bonito... De qualquer modo travei e parei, mas o motociclista que ia atrás de mim não foi da mesma opinião. Vai daí enfia a roda da frente no meio do meu pára-choques traseiro (a roda ficou lá encaixada), e com a inércia, o corpo dele resolveu continuar a viagem até Lisboa. Literalmente, voou por cima do meu jipe (vi-o desaparecer de vista, pelo retrovisor), e aterrou à minha frente, no alcatrão. Saí do carro e fui ter com ele. "Como é que você está?", perguntei... "Ah, não se preocupe, não se preocupe... sou polícia, e estou todo almofadado". E estava.

Sol disse...

Joanito: Já me acopnteceu uma parecida, mas dessa vez que deu na traseira da tipa fui eu.

Ana disse...

Eu já!!! :( E não gosto nada de me lembrar!!

nathalia disse...

Eu arranhei o meu carro no seu 4º dia de vida! :o/