segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Da Weasel em Grande no Pavilhão Atlântico!


Único, estrondoso, fantástico e muito animado. Os Da Weasel realizaram o seu sonho ao estrearam-se em nome próprio no Pavilhão, oferecendo um concerto memorável por mais de 2h e meia de actuação e nós tivemos a sorte de poder estar presente e assistir.

Inicialmente não estava com muita vontade de ir, razões essas explicadas no post anterior, mas acabei por ir para me distrair um pouco e também estar com os meus amigos que me fazem sempre bem! Comecei logo por me entusiasmar com a abertura do espectáculo, nos dois ecrãs paralelos ao palco surgiram várias notícias do grupo que fizeram noticia nas várias estações de TV ao longo dos anos, destacando o crescimento da banda com a conquista de vários prémios e o sucesso de cada álbum.

Depois literalmente com o cair do pano a música "Adivinha quem voltou", iniciou o espectáculo e a interacção com o público assumiu logo uma grande proximidade.

Os Da Weaseal, quiseram ainda presentear o público, ao convidarem grandes estrelas que contribuíram também para o brilhante espectáculo, como Manuel Cruz, Atiba, que «veio para confirmar a beleza das mulheres portuguesas», “homenagem” a José Luis Peixoto, autor do poema "Negócios Estrangeiros", muito bem adaptado pelos Da Weasel para a música, o maestro Rui Massena e a orquestra foi outro convidado que deu um toque especial às interpretações e o pianista Bernardo Sassetti trouxe uma musicalidade totalmente diferente do tipo de música produzida pelos Da Weasel, mas que em conjunto resultou perfeitamente.

Por último ainda tiveram como convidados, uma actuação de um sketch -"Niggaz” dos Gato Fedorento, que só podia deixar o público bem animado.
Para o final do espectaculo ficaram guardados os três dos singles mais conhecidos da banda. "Re-Tratamento", "Dialectos de Ternura" e "Tás na Boa" que cantados em coro por um Pavilhão Atlântico em delírio, até mesmo por algumas das muitas crianças presentes que subiram ao palco para cantar com os Da Weaseal.

É de destacar ainda a vertente educativa que este espectáculo teve, ao serem distribuídos preservativos para o público. Fica sempre bem esta atitude junto deste público-alvo!

Foi um concerto memorável, com um excelente palco e espectáculo de luzes, pena, e como em todos os concertos, a acústica do pavilhão Atlântico não ser a melhor.

Para quem não esteve e tiver interessado é comprar o DVD porque vai ser editado. :)

8 comentários:

Canochinha disse...

Confesso que a música dos Da Weasel não é propriamente o meu género. Apesar disso, vi-os no último Rock In Rio e gostei. Acho que são um bom valor da música portuguesa.

Sol disse...

O que dizer de um concerto que na genaralidade foi bom?

Bem só o pequeno promenor de levar quase todos os participantes no ultimo album para o Palco ... só faltou o Simão (se não me engano.

De resto só mesmo os Gatos, do Niga, né niga, pois somos todos niga, certo niga.

Bj

alma-pirata disse...

Bem, depois de um relato desses de uma noite divertida como esta, ate eu fiquei com pena de nao ir.

Bjs

Marisa disse...

Não posso dizer que seja fã dos da weasel, porque não sou! Gosto apenas de 3 ou 4 musicas. Mas por aquilo que já vi deles na tv, acredito que dêem um bom espectaculo.

Corduroy disse...

Ainda bem k o concerto foi bom. A cena dos preservativos foi uma excelente ideia...

Paulo disse...

Pena é que só tenham ido 8.000 pessoas. Eles mereciam mais gente...

Andreia do Flautim disse...

Eu gostei uma vez quando os ouvi acompanhados com uma orquestra!

caditonuno disse...

gosto muito deles, mas o meu irmao sabe as músicas de cor e já foi a uma série de concertos deles!

só nao percebo como é que só agora "chegaram" ao pav. atlântuico!!!